FISH FÁCIL:
CONCURSO ESCOLHE PRATOS COM POLPA DE TILÁPIA VOLTADOS PARA MERENDA ESCOLAR
 

O peixe é uma excelente fonte de proteínas, assim como de ferro e outros minerais, além de possuir os conhecidos ácidos graxos ômega 3. Ou seja, esse alimento, que ainda é pouco freqüente no prato do brasileiro, é uma produto que oferece muitas propriedades nutricionais importantes para o consumidor e que permitem, inclusive, proteção contra doenças e melhoria na qualidade de vida.
Vários trabalhos visando o aumento do consumo de peixes foram e estão sendo empreendidos. No entanto, no Brasil os índices de consumo de pescado ainda são dos mais baixos. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o consumo de pescado por pessoa em 12 quilos ao ano, sendo que em países como os da Europa Ocidental essa média é ainda maior. No mundo, a média de pessoas que consomem tradicionalmente peixe chega a 40%, ao passo que no Brasil esse montante não passa de 5%.

Na região um projeto visa estimular o consumo de peixe. Como já noticiado em edição anterior de VIGOR ECONÔMICO, o frigorífico Fish Fácil passou a executar um trabalho piloto de oferecimento de polpa de tilápia para escolas da rede pública municipal da cidade de Duartina.

Naquele primeiro momento algumas ações foram empreendidas, buscando colocar esse tipo de produto na merenda escolar, com a garantia de que os alunos passassem a contar com uma alimentação mais saudável e rica em nutrientes.

Visando melhorar esse projeto e ampliar o leque de produtores a serem oferecidos na rede de ensino, a empresa, juntamente com a Prefeitura Municipal de Duartina, efetuou uma reestruturação no programa, com a oferta de uma polpa melhorada, com sabor extremamente agradável e suave. Além disso, visando estimular a criatividade das merendeiras e também permitir um reconhecimento dessas profissionais, foi efetuado um concurso de pratos por elas elaborados, sendo que a única exigência era ter a polpa de tilápia como ingrediente principal. Ao final, as receitas apresentadas poderão ser incorporadas ao cardápio das escolas municipais duartinenses.

De acordo com Fernando Nagano Gomes Fernandes, diretor do Fish Fácil, uma mudança estrutural em relação à primeira etapa foi efetuada nesse trabalho junto às escolas do município. Para tanto, o frigorífico firmou uma parceria com o Sebrae que fez uma intermediação para que o produto da empresa tivesse um acompanamento técnico por parte do Ital (Instituto de Tecnologia de Alimentos), de Campinas, visando melhorar a qualidade da polpa.

Segundo o empresário, a polpa agora oferecida tem uma qualidade muito mais refinada e o gosto não é acentuado, algo que seria um problema no oferecimento na merenda escolar, já que, historicamente, se verifica pouca aceitação por parte das crianças para com alimentos à base de peixe.

“Essa parceria com o Sebrae foi para a implantação de um programa de aperfeiçoamento tecnológico, sendo que isso permitiu que nós trabalhássemos com o Ital, que nos fornece subsídios para o melhoramento da polpa, com isso agora temos um produto de muito melhor qualidade e que poderá ter uma ótima aceitação junto aos alunos”, sustentou Nagano.

A polpa de tilápia da Fish Fácil agora conta com registro de inspeção estadual (Sisp), contando com o suporte e tecnologia de uma instituição como o Ital, que é reconhecida por sua qualidade e seriedade no desenvolvimento de projetos alimentares.

“O que estamos buscando é ampliar em nossa região o consumo de peixe. Fazer com que as pessoas possam ter acesso a esse produto e que muito do preconceito ainda existente se perca. O peixe é um alimento extremamente saudável, rico em ácidos graxos insaturados e de fácil digestão”, observou o empresário.

Concurso — Como a cidade de Duartina foi o local piloto de desenvolvimento de um trabalho de oferecimento de tilápia na merenda escolar, essa segunda etapa também privilegiou esse município.

Desse modo, a Fish Fácil adquiriu alguns prêmios e envolveu 20 merendeiras que atuam na rede municipal de ensino. Cada uma delas foi convidada a elaborar um prato cujo ingrediente principal foi a polpa de tilápia e um júri, formado por moradores, estudantes e convidados fez uma degustação de todos os pratos, determinando os vencedores.

Segundo a organização desse concurso, todas as receitas foram consideradas muito boas, sendo que, da iniciativa surgiu a proposta de elaboração de um livro com as receitas apresentadas. Dos pratos apresentados, alguns poderão ser oferecidos na merenda das escolas municipais duartinenses, ao passo que outros, que são mais elaborados, poderão ser usados em eventos executados pela administração municipal, como em cursos, conferências ou recepção a autoridades.

A final do concurso, realizada nas dependências do instituto educacional Espaço Crescer, contou com a presença do prefeito de Duartina Aderaldo Pereira de Souza Júnior, o Juninho, do ex-prefeito da cidade, Ênio Simão, além de vários convidados.

As merendeiras que tiveram seus pratos escolhidos receberam prêmios variados: a primeira colocada teve direito a um microondas; a segunda a uma batedeira; a terceira a um liquidificador; a quarta a uma sanduicheira; e a quinta colocada a uma garrafa térmica. “Buscamos envolver as merendeiras, que muitas vezes não são lembradas, e estimulá-las para preparar pratos diferenciados, sendo que o resultado foi muito melhor que o esperado”, ressaltou Nagano.

Para o prefeito de Duartina, existe uma barreira em se oferecer pescados na merenda escolar, já que muitos alunos já têm um preconceito contra o peixe e não aceitam consumi-lo. Dessa forma, o que se busca, com um produto diferenciado como é a polpa de tilápia, é passar a oferecer esse produto na alimentação escolar em pratos elaborados, que poderão estimular o seu consumo. “O que vimos nesse concurso é que é possível se fazer um prato com a polpa de tilápia e que não tenha um gosto forte, que é o que desestimula o consumo da criança. Com pratos como esse, os alunos poderão consumir a tilápia e ter a garantia de um alimento de maior qualidade, que é uma fonte nutricional muito significativa”, ressaltou Juninho.

O prefeito duartinense salientou que um trabalho de oferta de pratos com polpa de tilápia vai ser retomado já neste segundo semestre do ano letivo, sendo que apenas alguns detalhes estão sendo verificados para os mais de 3,3 mil alunos possam ter esse produto, ao menos uma vez por semana, em sua merenda escolar. “Pelo que verificamos aqui, não terá como as crianças não gostarem dos pratos que passarão a ser ofertados”, complementou.